Como funcionam as trocas de planos durante o período de uso.

Há duas formas de trabalhar a questão de alteração de planos durante o período de uso.

1) Com cobrança proporcional

1.1) Downgrade de plano

Cliente assina o Plano A, anual, que custa R$ 120.

Cliente usa 1 mês do plano e o troca por um plano mensal que custa R$ 20.

O sistema faz o seguinte cálculo: R$ 120 (valor do plano anual) – R$ 10 (um mês de plano A utilizado), chegando no valor restante de R$ 110.

O sistema pega o valor de R$ 110 e o divide pelo preço do plano novo (R$ 20) e chega num valor de 5 com sobra de R$ 10.

Na BH Site, não deixamos esse valor como crédito. Em vez disso, geramos mais um ciclo ainda do plano novo, descontando o valor que sobrou. Então adicionamos 5 ciclos (meses, no caso) do novo plano e geramos uma fatura no valor de R$ 10 (valor de um ciclo do plano novo – valor que sobrou) para então adicionar mais 1 mês do plano novo e acabar com todos os créditos.

No fim, tem-se 6 meses do novo plano.

1.2) Upgrade de plano

O cliente tem um plano mensal de R$ 50.
Ele utiliza metade do plano – proporcionalmente, faltam R$ 25 para serem gastos.
O cliente faz a troca para um novo plano mensal, de R$ 100.

Do cliente, serão cobrados R$ 75 (R$ 100 – R$ 25) para a troca do plano no meio do período de uso.

Obs.: Ao aplicar a alteração de planos, o cálculo acima é feito automaticamente pela BH Site. A assinatura do seu cliente passará a ter uma nova data de renovação do ciclo: o dia em que foi feita a alteração do plano.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *